REABILITAÇÃO DE DENTES DECÍDUOS ANTERIORES UTILIZANDO COROAS DE ACETATO: relato de caso clínico

Autores

  • Julie Ane Sousa Martins Alves Faculdade Verde Norte - FAVENORTE
  • Márcio Gomes Negrão Júnior Faculdade Verde Norte - FAVENORTE
  • Patrícia Souza Xavier Faculdade Verde Norte - FAVENORTE
  • Marcone de Oliveira Rocha Faculdade Verde Norte
  • Rodrigo Andraus de Andrade Faculdade Verde Norte - FAVENORTE

Palavras-chave:

Dente decíduo, Cárie dentária, Resina composta

Resumo

A cárie na primeira infância é uma doença crônica sendo caracterizada por uma ou mais superfícies cariadas sendo cavitada ou não cavitada, acometendo crianças com menos de seis anos de idade aos quais os dentes apresentam extensa destruição dentária. A utilização da coroa de acetato consiste em uma técnica direta em restaurações em resina composta muito bem aceita, sendo uma alternativa vantajosa na reabilitação de dentes decíduos. Deste modo, o objetivo foi relatar um caso clínico de reabilitação estética de dentes anteriores decíduos utilizando coroas de acetato. Trata-se de um estudo observacional descritivo. A pesquisa foi realizada no município de Mato Verde-MG na Faculdade Verde Norte (FAVENORTE). O relato de deu com um paciente do sexo masculino, três anos de idade que compareceu a clínica odontológica da FAVENORTE, acompanhado pela responsável. Ao exame clínico, foram observadas lesões de cárie nos dentes 51, 52, 61 e 62. Os dentes 51 e 61 apresentavam lesões de cárie inativa. No dente 52 foi observada uma pequena perda de estrutura na distal, enquanto no dente 62 foi observada uma perda de estrutura considerável. Foi feito análise do diário dietético, onde foi observada alta frequência de ingestão de alimentos contendo sacarose. O tratamento para os dentes 52 e 62 será restaurações com resina composta, utilizando coroas de acetato. A utilização das coroas de acetato foi bastante vantajosa, por se tratar de um paciente de difícil manejo para o atendimento, mesmo assim foi possível devolver a função e estética ao paciente.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

BRAGA, et al. O uso do ICDAS para diagnostico e planejamento do tratamento da doença cárie. Pro-odonto prevenção. [S.l.], v.5, n.4, p. 9-55, 2012.

CARNEIRO, R.; FONSECA, M.; CRUZ, R. Alternativas estéticas e funcionais para a reconstituição de dentes decíduos anteriores com destruição excessiva. Arquivo brasileiro de Odontologia, Belo Horizonte, v.2, n.1, p. 17-25, 2006.

DIAS, et al. Cárie na primeira infância e qualidade de vida de pacientes de zero a 3 anos. Uningá, Maringá, v.56,n.s3,p.192-201, jan/mar.2019.

FERNANDES, et al. Evolução da resina composta: revisão de literatura. Revista da Universidade Vale do Rio Verde, Três Corações, v.12, n.2, p.401-411, ago/dez, 2014.

GOUVEIA, et al. Facetas diretas de resina composta em dentes anteriores: relato de caso. ClipeOdonto – UNITAU. [S.l.], v.9, n.1, p. 44-50, 2018.

LAVOR, et al. Utilização da Matriz de Acetato na reabilitação de dentes anteriores deciduos: relato de caso clínico. Brazilian Journal of sugery and clinical Research. [S.l.], v.31,n.1,p.44-47, jun/ago.2020.

LOPES, et. al. Reabilitação estética e funcional em paciente com cárie severa da infância: Relato de caso. Arch Health Invest. [S.l.], v.9, n.6, p.507-512,2020.

MACEDO, L.; AMMARI, M. Cárie na primeira infância: conhecer para prevenir. Revista rede de cuidados em saúde. [S.l.], v.8, n.3 , 2014.

NETO, et al. Os avanços da odontologia minimamente invasiva nos dias atuais. Acervo Saúde. [S.l.], vv.13,n.2,p

PITTS, et al. Early Childhood Caries: IAPD Bangkok Declaration. Int J Paediatr Dent. [S.l.], v. 11 ,n. 12, p.384-386. Cidade, 2019.

TEIXEIRA, et al. Reabilitações com resina composta de dentes anteriores desgastados por bruxismo. Brazilian Journal of Development, Curitiba, v.7, n.12, p.113905-113918, 2021.

Downloads

Publicado

2022-07-25

Como Citar

SOUSA MARTINS ALVES, J. A.; GOMES NEGRÃO JÚNIOR, M.; SOUZA XAVIER, P.; DE OLIVEIRA ROCHA, M.; ANDRAUS DE ANDRADE, R. REABILITAÇÃO DE DENTES DECÍDUOS ANTERIORES UTILIZANDO COROAS DE ACETATO: relato de caso clínico. Scientia Generalis, [S. l.], v. 3, n. 1, p. 402–410, 2022. Disponível em: https://scientiageneralis.com.br/index.php/SG/article/view/420. Acesso em: 8 ago. 2022.

Edição

Seção

Relato de Caso e/ou Experiência

ARK

PURL