O ADOECIMENTO DOS DOCENTES: perspectivas do cotidiano pessoal e profissional uma breve revisão de literatura

Autores

  • Wânia Mirleny Machado da Costa Universidad de La Integración de Las Américas - UNIDA

Palavras-chave:

Adoecimento Docente, Desafios, Educação Básica

Resumo

As atuais exigências apesentadas pelo mundo do trabalho desencadeiam uma série de transformações significativas na vida pessoal e profissional dos diferentes sujeitos, assim, na área educacional não é diferente. As diversas condições as quais estão expostos os profissionais da educação tem elevado o número de docentes adoecidos. Os fatores são diversos e, o olhar precisa estar atento para as responsabilizações dessa realidade educacional que se apresenta em crise. A vista disso, o presente artigo tem por objetivo, compreender as situações relacionadas ao adoecimento dos docentes, considerando perspectivas do cotidiano dos profissionais da educação. Para tanto, a metodologia configurou-se como pesquisa básica, de abordagem qualitativa e objetivo narrativo, por meio de revisão de literatura que mapeou narrativas históricas e temáticas, possibilitando novas discussões e estudos futuros.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

ARANHA, Maria Lucia de Arruda. História da educação e da pedagogia: Geral e Brasil. São Paulo: Editora Moderna, 2012.

AREIAS, H. da S. A FORMAÇÃO DO PROFESSOR DE EDUCAÇÃO FÍSICA NO AMAZONAS E O USO DAS TECNOLOGIAS. Scientia Generalis, [S. l.], v. 3, n. 1, p. 63–72, 2022. Disponível em: http://scientiageneralis.com.br/index.php/SG/article/view/380. Acesso em: 26 abr. 2022.

ARROYO, Miguel G. Vidas ameaçadas: exigências-respostas éticas da educação e da docência. Petrópolis: Editora Vozes, 2019.

CABRERA, Javier Herruzo; ELVIRA, Juan Antonio Moriana. Estrés y burnout en profesores. International journal of clinical and health psychology, [S. l.], v. 4, n. 3, p. 597-621, 2004. Disponível em https://dialnet.unirioja.es/servlet/articulo?codig o=990187. Acesso em 10 mai. 2021.

CARVALHO, Ana Carolina da Costa. Trabalho docente e adoecimento de professores do ensino fundamental em um município da Zona da Mata Mineira / Ana Carolina da Costa Carvalho. – Viçosa, MG, 2014. viii, 85f.

CODO, Wanderley et al.. Saúde Mental e Trabalho no Serviço Público. São Paulo: LTR Editora, 2020.

CODO, Wanderley. Educação: carinho e trabalho - Burnout, a síndrome da desistência do educador. 4ª ed, Rio de Janeiro: Vozes, 2010.

DA COSTA, Wânia Mirleny Machado. Fatores de podem desencadear o adoecimento dos docentes em duas escolas da Zona Leste da Rede Pública Municipal de Manaus. Dissertação acadêmica de Mestrado em Ciências da Educação Universidad de la Integración de las Américas, Paraguai, 2021.

FACCI, Marilda Gonçalves Dias; URT, Sonia da Cunha; BARROS, Ana Teresa Fernandes. Professor readaptado: a precarização do trabalho docente e o adoecimento. Psicologia Escolar e Educacional, [S. l.], v. 22, n. 2, p. 281-290, 2018. Disponível em https://www.scielo.br/scielo.php?pid=S1413-85572018000200281&sc ript=sci_arttext&tlng=pt. Acesso em 23 mar. 2021.

GADOTTI, Moacir. História das ideias pedagógicas. 8ª ed. 11ª reimpressão, São Paulo: Ática, 2015.

GHEDIN, E.; FRANCO, M. A. Questões de método na construção da pesquisa em educação. São Paulo: Cortez, 2008. p. 20-68.

GIL-MONTE, Pedro Rafael et al.. Prevalencia del sÃndrome de quemarse por el trabajo (burnout) en monitores de taller para personas con discapacidad. Journal of Work and Organizational Psychology, [S. l.], v. 21, n. 1-2, p. 107-123, 2005. Disponível em https://journals.copmadrid.org/jwop/art/49c9adb18e44be0711a94e827042f630. Acesso em 16 abr. 2021.

MAYA-JARIEGO, Isidro et al.. El rol comunitario de las escuelas en Jicamarca y Villa El Salvador (Perú): sección transversal de configuraciones de comportamiento en las redes personales. Psychosocial Intervention, [S. l.], v. 27, n. 1, p. 1-11, 2018. Disponível em http://scielo.isciii.es/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1132-0559201800010000 1. Acesso em 27 abr. 2021.

MILICIC, Neva; ARÓN, Ana María. Climas sociales tóxicos y climas sociales nutritivos para el desarrollo personal en el contexto escolar. Psykhe, [S. l.], v. 9, n. 2, 2000. Disponível em http://redae.uc.cl/index.php/psykhe/article/view/20495. Acesso em 04 mai. 2021.

MORENO-JIMÉNEZ, Bernardo et al.. El burnout del profesorado universitario y las intenciones de abandono: un estudio multi-muestra. Revista de Psicología del Trabajo y de las Organizaciones, [S. l.], v. 25, n. 2, p. 149-163, 2009. Disponível em http://scielo.isciii.es/pdf/rpto/v25n2/v25n2a05.pdf. Acesso em 29 abr. 2021.

OLIVEIRA, Raimundo Jucá. Síndrome de Burnout: guia completo. São Paulo: Ed. Clube de Autores, 2017.

ROJAS-JARA, Constanza et al.. Estilos de enseñanza y estilos de aprendizaje en educación superior: Análisis de las preferencias de estudiantes de Pedagogía en Inglés en tres universidades chilenas. Revista Electrónica Educare, [S. l.], v. 20, n. 3, p. 141-169, 2016. Disponível em https://www.scielo.sa.cr/scielo.php?script=sci_arttext &pid=S1409-42582016000300141. Acesso em 10 mai. 2021.

ROSA, Teresa Maria Rodrigues da Fonseca. Monumenta Histórica: o Ensino e a Companhia de Jesus (séculos XVI a XVIII): 1540-1580. Lisboa: Instituto de Educação da Universidade de Lisboa, 2015.

SALANOVA, Marisa; MARTÍNEZ, ISABEL M.; LORENTE, Laura. ¿ Cómo se relacionan los obstáculos y facilitadores organizacionales con el burnout docente?: Un estudio longitudinal. Revista de Psicología del Trabajo y de las Organizaciones, [S. l.], v. 21, n. 1-2, p. 37-54, 2005. Disponível em https://www.redalyc.org/pdf/2313/ 231317039003.pdf. Acesso em 29 abr. 2021.

SILVA, Nilson Rogério da; ALMEIDA, Maria Amélia. As características dos alunos são determinantes para o adoecimento de professores: Um estudo comparativo sobre a incidência de Burnout em professores do ensino regular e especial. Revista Brasileira de Educação Especial, [S. l.], v. 17, n. 3, p. 373-394, 2011. Disponível em https://www.scielo .br/scielo.php?pid=S1413-65382011000300003&script=sci_arttext. Acesso em 20 abr. 2021.

SPAZZIANI, Maria De Lourdes. Profissão de professor: cenários, tensões e perspectivas. São Paulo: Editora UNESP, 2016.

STEPHANOU, Maria; BASTOS, Maria Helena Camara. Histórias e memórias da educação no Brasil-Vol. III -Séculos XX. 4ª ed. Petrópolis: Editora Vozes Limitada, 2011.

STEPHANOU, Maria; BASTOS, Maria Helena Camara. Histórias e memórias da educação no Brasil-Vol. I-Séculos XVI-XVIII. 6ª ed. Petrópolis: Editora Vozes Limitada, 2014.

STEPHANOU, Maria; BASTOS, Maria Helena Camara. Histórias e memórias da educação no Brasil-Vol. II -Séculos XIX. 5ª ed. Petrópolis: Editora Vozes Limitada, 2014a.

Downloads

Publicado

2022-05-17

Como Citar

COSTA , W. M. M. da . O ADOECIMENTO DOS DOCENTES: perspectivas do cotidiano pessoal e profissional uma breve revisão de literatura. Scientia Generalis, [S. l.], v. 3, n. 1, p. 287–295, 2022. Disponível em: https://scientiageneralis.com.br/index.php/SG/article/view/409. Acesso em: 4 jul. 2022.

Edição

Seção

Revisão de literatura

ARK

PURL