A CONTRIBUIÇÃO DA MÚSICA E SEU USO EM SALA DE AULA COMO FATOR DIDÁTICO DE APRENDIZAGEM

Autores

  • Kyssia Lilian Pessoa Trindade Universidad Del Sol - UNADES

Palavras-chave:

Musicalização, afetividade, educação, recurso didático

Resumo

O presente artigo tem como objetivo apresentar e discutir as contribuições  da música e seu uso em sala de aula como fator didático de aprendizagem. Inicialmente, apresenta-se um breve panorama acerca da música, seus conceitos, teorias e relevância como indutora da afetividade, para em seguida analisar a musicalização especificamente na educação. Os procedimentos metodológicos utilizados para análise configuram-se de natureza qualitativa com o tipo de pesquisa bibliográfica em que se apresenta uma breve análise das características do uso da musicalidade e sua potencialidade no ambiente educacional. Nas considerações finais destaca-se que a música é uma ferramenta pedagógica que contribui significativamente para o engrandecimento das relações e construção do aprendizado entre os estudantes.  

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

BRASIL, Lei Nº 5.692, de 11 de Agosto de 1971. Fixa Diretrizes e Bases para o ensino de 1° e 2º graus, e dá outras providências do processo educativo. Disponível em: https://www.camara.leg.br/proposicoesWeb/prop_mostrarintegra;jsessionid=F8342BB4536FBA13C8A2FC6081001C83.proposicoesWebExterno2?codteor=713997&filename=LegislacaoCitada+-PL+6416/2009 . Acesso em: 24 abr.2022.

BRASIL. Lei n. º 9.394, de 20 de dezembro de 1996. Estabelece as Diretrizes e Bases da Educação Nacional. Diário Oficial da União: Brasília, DF, 23 de dezembro de 1996.

BRASIL. Lei n. Lei Nº 11.769, de 18 De Agosto De 2008. Lei de Diretrizes e Bases da Educação, para dispor sobre a obrigatoriedade do ensino da música na educação básica. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2007-2010/2008/lei/l11769.htm . Acesso em: 24 abr.2022.

CHIQUETO, M.R.; ARALDI, J. Música na Educação Básica: Uma experiência com sons alternativos. Paraná: UEM, 2008. Disponível em: http://www.diaadiaeducacao.pr.gov.br/portals/pde/arquivos/2269-8.pdf. Acesso em 24 de abr. 2022.

FIGUEIREDO, Sérgio Luiz Ferreira da. Educação Musical Escolar. In: Educação Musical Escolar. [S.l], v. 21, n. 8, 2011.

GIL, A. C. Métodos e Técnicas de Pesquisa Social. 6. ed. São Paulo: Atlas, 2008.

MORAES, José Geraldo Vinci de. História e Música: a canção popular e o conhecimento histórico. Revista Brasileira de História, São Paulo, v.20,n.39, p.203-221, 2000. Disponível em: http://www.scielo.br/ scielo.php? script =sci_arttext&pid=S0102-01882000000100009. Acesso em: 01 mai. 2022.

RABELO, K. A. Reflexões sobre a inclusão dos estudantes com deficiência intelectual nas escolas inclusivas de ensino médio. Scientia Generalis, [S.l.], v.3, n. 1, p. 82–88, 2022. Disponível em: http://scientiageneralis.com.br/index.php/SG/article/view/378. Acesso em: 23 abr. 2022.

TOGNETTA, Luciene Regina Paulino; VINHA, Telma Pileggi. Estamos em conflito, eu comigo e com você: uma reflexão sobre o bullying e suas causas afetivas. Escola, conflitos e violências, p. 1-37, 2008.

TRINDADE, Kyssia Lilian Pessoas. Contribuição da Música no Processo Ensino-Aprendizagem junto aos alunos do Ensino Fundamental, da Escola Estadual Manuel Antonio De Souza, no Município De Manaus, Do Estado Do Amazonas, no ano de 2017.122f. Dissertação (Mestrado)-Curso de Ciência em Educação- Universidad Del Sol, 2019.

Downloads

Publicado

2022-05-09

Como Citar

PESSOA TRINDADE, K. L. A CONTRIBUIÇÃO DA MÚSICA E SEU USO EM SALA DE AULA COMO FATOR DIDÁTICO DE APRENDIZAGEM. Scientia Generalis, [S. l.], v. 3, n. 1, p. 281–286, 2022. Disponível em: https://scientiageneralis.com.br/index.php/SG/article/view/407. Acesso em: 4 jul. 2022.

Edição

Seção

Revisão de literatura

ARK

PURL