O RESGATE DOS JOGOS E BRINCADEIRAS TRADICIONAIS NO COTIDIANO DE CRIANÇAS DA COMUNIDADE DE CANAAN

Autores

  • Israel dos Santos Instituto de Pesquisa Vale do Acaraú - IVA
  • Maria Brena Braga Araújo Instituto de Pesquisa Vale do Acaraú - IVA
  • José Ricardo Tomé dos Santos Universidade Anhanguera - UNIDERP

Palavras-chave:

Educação Física, Jogos e Brincadeiras Tradicionais, Formação Integral

Resumo

O presente trabalho faz uma análise sobre a importância do ato de brincar para a fase de formação da criança, trazendo como proposta principal o resgate das brincadeiras tradicionais no cotidiano de crianças de uma instituição social do Distrito de Canaan/Trairi/CE. O objetivo deste trabalho é analisar a importância do brincar para a fase de formação da criança, elucidando o resgate das brincadeiras tradicionais no cotidiano de crianças de uma instituição social. Esta pesquisa constituiu-se a partir da abordagem qualitativa e foi desenvolvida como uma pesquisa da observação não participante. Neste trabalho, faz-se uma defesa dos jogos tradicionais como componentes que devem ser resgatados no cotidiano das crianças. Na vivência com os jogos e com as brincadeiras populares, as crianças em um primeiro momento conheceram os brinquedos confeccionados para uma exposição de brinquedos, descobrindo a história de cada um. Em outro momento, as crianças puderam acessá-los para suas práticas, brincado com todos eles e vivenciando essa experiência de como brincar com jogos e brincadeiras tradicionais. Ao analisar essa vivência, de fato as crianças eram atraídas pelo simples, pela estética dos jogos tradicionais. Nesse contexto, as crianças que participaram da pesquisa quiseram desfrutar de cada brinquedo e de cada brincadeira realizada com eles. As observações durante o trabalho de campo fazem concluir que as brincadeiras e jogos populares se constituem como estratégias muito úteis para se trabalhar valores e exercícios da Educação Física com as crianças em idade escolar. Esses resultados também apontam que o resgate destes jogos e brincadeiras populares é muito importante para o desenvolvimento integral das crianças, assim como se propõe na LDB.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

BRASIL. Lei nº 9.394. Lei de Diretrizes e Bases da Educação (LDB). de 26 de dezembro de 1996.

BRASIL, Programa Salto para o Futuro. Jogos e Brincadeiras: desafios e descobertas. Brasília, 2008. Disponível em: http://www.tvbrasil.org.br/fotos/salto/series/165801Jogos.pdf. Acesso em 30 de nov. 2014.

CARVALHO, A. M. C. et al. (Org.). Brincadeira e cultura: viajando pelo Brasil que brinca. São Paulo: Casa do Psicólogo, 1992.

CRUZ NETO, O. O trabalho de campo como descoberta e criação. In MINAYO, M. C. de S. (org.) Pesquisa Social. Teoria, método e criatividade. 18 ed. Petrópolis: Vozes, 2001.

FRIEDMANN, A. Jogos Tradicionais. Série Idéias, São Paulo: FDE, n.7, p. 54-61. 1995.

GIL, A. C. Métodos e Técnicas de Pesquisa Social / Antônio Carlos Gil. – 6. Ed. – SÃO Paulo: Atlas, 2008.

HAN, Byung-Chul. A salvação do belo. Tradução de Gabriel Salvi Philipson. – Petrópolis, RK : Vozes, 2019.

KISHIMOTO, T. M. O jogo e a educação infantil. In KISHIMOTO, Tizuko Morchida (Org.) Jogo, brinquedo, brincadeira e a educação. 3ª Ed. São Paulo: Cortez 1996.

KISHIMOTO, T. M. Jogo, brinquedo, brincadeira e a educação. São Paulo: Cortez, 1999.

LOPES, W. M. de P. Produção Didático-Pedagógica: Os Jogos Cooperativos nas aulas de Educação Física como estratégia de crítica e superação da competitividade sob a égide do capitalismo: uma abordagem Histórico-Crítica. 2008.

MARINHO, H. R. B. Pedagogia do Movimento: universo lúdico e psicomotricidade. 2. ed. Curitiba: Ibpex, 2007.

MINAYO, M. C. de S. (org.). Pesquisa Social. Teoria, método e criatividade. 18 ed. Petrópolis: Vozes, 2001.

OLIVEIRA, V. B. (org). O brincar e a criança do nascimento aos seis anos. Petrópolis, RJ: Vozes, 2000.

OLIVEIRA, D. T. R. Brinquedos e Brincadeiras Populares. Brasília, Ministério do Esporte, 2007.

SANTOS, G F. L. Jogos tradicionais e a Educação Física. Londrina, EDUEL, 2012.

SANTOS, M. A. A. A Beleza. In Mata, J. (org) Canarinho: Antologia de Poesias, Contos e Crônicas / edição especial. Gramado, RS: Porto de Lenha Editora, 2018.

VIGOTSKI, L. S.; LURIA, A. R.; LEONTIEV, A. N. Linguagem, desenvolvimento e aprendizagem. 10ª ed. São Paulo: Ícone, 2006. Cap.4.

ZANLUCHI, F. B. O brincar e o criar: as relações entre atividade lúdica, desenvolvimento da criatividade e Educação. Londrina: O autor, 2005.

Downloads

Publicado

2022-04-25

Como Citar

SANTOS, I. dos .; ARAÚJO , M. B. B. .; SANTOS , J. R. T. dos . O RESGATE DOS JOGOS E BRINCADEIRAS TRADICIONAIS NO COTIDIANO DE CRIANÇAS DA COMUNIDADE DE CANAAN. Scientia Generalis, [S. l.], v. 3, n. 1, p. 215–227, 2022. Disponível em: https://scientiageneralis.com.br/index.php/SG/article/view/393. Acesso em: 4 jul. 2022.

Edição

Seção

Artigos Originais

ARK

PURL