AMELOGÊNESE IMPERFEITA HIPOMATURADA: relato de caso clínico

Autores

  • Marcella Santos Mota Faculdade Patos de Minas - FPM
  • Pâmella Caroline Vaz de Melo Faculdade Patos de Minas - FPM
  • Débora Andalécio Ferreira Caixeta Faculdade Patos de Minas - FPM

Palavras-chave:

amelogênese imperfeita, Diagnóstico, Esmalte do dente

Resumo

Amelogênese imperfeita hipomaturada (AI) é de origem genética e caráter hereditário recessivo. O esmalte dentário é um tecido rígido possuindo 96% de hidroxiapatita; durante a sua formação os ameloblastos podem sofrer estímulos danosos prejudicando, assim, a sua maturação e mineralização; apresentando defeitos estruturais, comprometimento estético, diminuição da dimensão vertical, sensibilidade dentaria. Acredita-se que tratamento precoce e multidisciplinar possa diminuir os transtornos estéticos e funcionais ocasionados pela doença, pois atualmente é possível restaurar estética e função a níveis aceitáveis, interferindo positivamente no desempenho e autoestima da paciente. Para tanto, objetivou-se relatar o caso de um paciente do sexo feminino de 17 anos, as dificuldades e complicações causadas pela (AI). Após uma anamnese criteriosa foi proposto um tratamento reabilitador conservador que consiste em diminuir a sensibilidade dentaria, restabelecer a dimensão vertical, devolver função e estética; foi realizado facetas diretas com resina composta com mínimos desgastes. Observou-se uma melhoria estética geral e funcional, e espera-se que se tenha devolvido assim uma qualidade de vida e autoestima na paciente.

Referências

AZEVEDO, Marina Sousa et al. Amelogênese imperfeita: aspectos clínicos e tratamento. Rgo - Revista Gaúcha Odontotogia, Porto Alegre/RS, v. 61, p. 491-496, jul./dez, 2013. Supl. 1. Disponível em: http://revodonto.bvsalud.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1981-86372013000500010. Acesso em: 25 nov. 2020.

BARZOTTO, Izabel; RIGO, Lilian. Tomada de decisão clínica frente ao diagnóstico e tratamento de lesões em esmalte dentário. Journal of Human Growth And Development, Passo Fundo/RS, v. 28, n. 2, p. 189-198, 2018. Disponível em: http://dx.doi.org/10.7322/jhgd.125609. Acesso em: 25 nov. 2020.

BENITES, Letícia Fernandes. Amelogênese Imperfeita: Relato de caso clínico. 2016. Monografia (Especialização em Odontopediatria) - Faculdade de Tecnologia de Sete Lagoas, p. 120, 2016.

BERALDO, Cibele Batista de Siqueira et al. Amelogênese imperfeita: relato de caso clínico. Revista da Faculdade de Odontologia - UPF, Passo Fundo/RS, v. 20, n. 1, p. 101-104, 2015. Disponível em: http://dx.doi.org/10.5335/rfo.v20i1.4514. Acesso em: 25 nov. 2020.

BEVILACQUA, Flávia Magnani; SACRAMENTO, Tamires; FELICIO, Cristina Magnani. Amelogênese imperfeita, hipoplasia de esmalte e fluorose dental- revisão da literatura. Revista uniara, Araraquara, v. 13, n. 2, p. 136-143, 2010. Disponível: https://www.revistarebram.com/index.php/revistauniara/article/view/146. Acesso em: 20 out. 2020.

BORDE, Beatriz Tavares et al. Desafios no diagnóstico e tratamento da amelogênese imperfeita. Revista de Odontologia da Universidade Cidade de São Paulo, São Paulo, v.30, n.2, p.216-22, 2018. Disponível em: http://publicacoes.unicid.edu.br/index.php/revistadaodontologia/article/view/685. Acesso em: 20 out. 2020.

BUSSELI, Juliano da Silva; PASCOTTO, Renata Corrêa. Reabilitação estética e funcional de um caso de amelogênese imperfeita. Revista Dental Press Estética, [sl], v.6, n.1, p.44-55, 2009.

CANGUSSU, Maria Cristina Teixeira et al. A fluorose dentaria no brasil: uma revisão critica. Cadernos de saúde pública, Rio de janeiro, v. 18, n. 1, p. 7-15, jan./fev., 2002. Disponível em: https://doi.org/10.1590/S0102-311X2002000100002. Acesso em: 7 nov. 2020.

CASTAGNOLI, Thaylise Fernanda Bittenourt; KOUBIK, Ana Cláudia Galvão de Aguiar. A importância dos aspectos clínicos e radiográficos da amelogênese imperfeita no auxílio do diagnóstico. 2012. Monografia (Especialização em Radiologia Odontológica e Imaginologia) - Universidade Tuiuti do Paraná, 2012, p. 155, 2012.

COFFIELD, Kristina D. et al. The psychosocial impact of developmental dental defects in people with hereditary amelogenesis imperfecta. JADA: the journal of the American Dental Association, [sl], v. 136, n. 5, p. 620-630, maio, 2005. Disponível em: https://doi.org/10.14219/jada.archive.2005.0233. Acesso em 30 out. 2020.

CRAWFORD Peter J.M.; ALDRED Michael; BLOCH-ZUPAN, Agnes. Amelogenesis imperfecta. Orphanet Journal of Rare Diseases, [sl], n. 2, art. 17, 2007. Disponível em: https://doi.org/10.1186/1750-1172-2-17. Acesso em: 19 ago. 2020.

FIGUEIREDO, Rossana Gomes et al. Amelogênese imperfeita: a importância do diagnóstico precoce na saúde e no desenvolvimento do adolescente. relato de caso. Adolescência & Saúde, Rio de Janeiro, v. 23, n. 2, p. 87-93, abr./jun., 2016. Disponível em: https://cdn.publisher.gn1.link/adolescenciaesaude.com/pdf/v13n2a11.pdf. Acesso em: 25 nov. 2020.

GOKCE, Kagan; CANPOLAT, Ceyhun; OZEL, Emre. Restoring function and esthetics in a patient with amelogenesisImperfecta: a case report. The journal of contemporary dental practice, [sl], v. 8, n. 4, p. 95-101, 2007. Disponível em: https://pubmed.ncbi.nlm.nih.gov/17486193/. Acesso em:24 de julho de 2020.

MASSONI, Andreza Cristina de Lima Targino et al. Fatores sócio-econômicos relacionados ao risco nutricional e sua associação com a frequência de defeitos do esmalte em crianças da cidade de João Pessoa, Paraíba, Brasil. Cadernos de Saúde Pública, Rio de Janeiro, v. 23, n. 12, p. 2928-2937, dez. 2007. Disponível em: https://doi.org/10.1590/S0102-311X2007001200014. Acesso em: 20 out. 2020.

NARVAI, Paulo Capel et al. Fluorose dentária em crianças de São Paulo, SP, 1998-2010. Revista de Saúde Pública, São Paulo, v. 47, supl. 3, p. 148-153, dez., 2013. Disponível em: https://doi.org/10.1590/S0034-8910.2013047004715. Acesso em: 14 nov. 2020.

PINHEIRO, Isauremi Vieira de Assunção et al. Lesões brancas no esmalte dentário: como diferencia-las e trata-las. Revista brasileira de patologia oral, [sl], v.2, n.1, p.11-18, jan./mar., 2003.

RIGO, Lilian; LODI, Leodinei; GARBIN, Raíssa Rigo. Differential diagnosis of dental fluorosis made by undergraduate dental students. Einstein (São Paulo), São Paulo, -v. 13, n. 4, p. 547-554, dez., 2015. Disponível em: http://dx.doi.org/10.1590/S1679-45082015AO3472. Acesso em: 26 nov. 2020.

RIGO, Lilian et al. Estudo sobre a fluorose dentária num município do sul do Brasil. Ciência & Saúde Coletiva, [sl], v. 15, Supl. 1, p. 1439-1448, 2010. Disponivel em: https://www.scielosp.org/pdf/csc/2010.v15suppl1/1439-1448/pt. Acesso em: 14 nov. 2020.

ROBINSON, F.G; HAUBENREICH, J.E. Oral rehabilitation of a young adult with hypoplastic amelogenesis imperfecta: a clinical report. The journal of prosthetic dentistry, [sl], v. 95, n. 1, p. 10-13, 2006. Disponível em: https://doi.org/10.1016/j.prosdent.2005.10.013. Acesso em: 11 jun. 2020.

SANTOS, Herminya Ribeiro Silva et al. Alterações radiográficas da amelogênese imperfeita. Jof - Jornal de Odontologia da Facit, Araguaína/TO, v.1, n. 2, 2014. Disponível em: http://revistas.faculdadefacit.edu.br/index.php/JOFI/article/view/36#:~:text=Relativamente%20%C3%A0s%20altera%C3%A7%C3%B5es%20radiogr%C3%A1ficas%20gerais,e%20pela%20presen%C3%A7a%20de%20ra%C3%ADzes. Acesso em: 25 nov. 2020.

SARI, Gilberto Timm et al. Fluorose dentária no Brasil: quadro epidemiológico atual. Revista Íbero-americana de Odontopediatria & Odontologia de Bebê, [sl], v.7, n.38, p.387-94, 2004.

SENGUN, Abdulkadir; OZER, Füsun. Restoring function and esthetics in a patient with amelogenesis imperfecta: a case report. Quintessence international, [sl], v.33, n.3, p.199-204, 2002. Disponível em: https://pubmed.ncbi.nlm.nih.gov/11921768/. Acesso em: 26 jun. 2020.

SILVA, Andresa Santos. Tratamentos indicados para amelogênese imperfeita: revisão de literatura. 2019. 27 f. Monografia (Especialização) - Curso de Odontologia, Escola Bahiana de Medicina e Saúde Pública, Salvador, p. 89, 2019. Disponível em: http://www.repositorio.bahiana.edu.br/jspui/bitstream/bahiana/3872/1/Tratamentos%20indicados%20para%20amelog%C3%AAnese%20imperfeita-%20revis%C3%A3o%20de%20literatura.pdf. Acesso em: 25 nov. 2020.

SOUSA, Ana Paula Carola; MIRANDA, Luziley Abadia Pimentel dos Santos. Amelogênese imperfeita: relato de caso. 2017. 21f. Trabalho de conclusão de curso (Graduação em odontologia) - FAPAC - Faculdade Presidente Antônio Carlos, Instituto Tocantinense Presidente Antônio Carlos Porto Ltda, Porto Nacional, p. 116, 2017. Disponível em: http://www.itpacporto.com.br/arquivos/biblioteca/Amelogênese%20imperfeita%20relato%20de%20caso.pdf. Acesso em: 2 out. 2020.

SOUZA, Juliana Feltrin et al. Noninvasive and Multidisciplinary Approach to the Functional and Esthetic Rehabilitation of Amelogenesis Imperfecta: A Pediatric Case Report. Cases Reports in Dentistry, [sl], v. 2014, 2014. Disponível em: https://doi.org/10.1155/2014/127175. Acesso em: 20 out. 2020.

TOKSAVUL, Suna et al. Amelogenesis imperfecta: The multidisciplinary approach. A case Report. Quintessence Int, [sl], v. 35, n. 1, p. 11-14, jan., 2004.Disponivel em: https://pubmed.ncbi.nlm.nih.gov/14765635/. Acesso em:15 out. 2020.

VIEGAS, Cláudia Marina et al. Fluorose dentária: abordagens terapêuticas para recuperação estética. RGO - Revista Gaúcha de Odontologia, Porto Alegre, v. 59, n. 3, p. 497-501, jul./set., 2011. Disponível em: http://revodonto.bvsalud.org/pdf/rgo/v59n3/a21v59n3.pdf. Acesso em: 28 nov. 2020.

WITKOP JR; D. J. Amelogenesis imperfecta, dentinogenesis imperfecta and dentin dysplasia revisited: problems in classification. Journal of Oral Pathology & Medicine, [sl], v. 17, n. 9-10, p. 547-553, 1988. Disponível em: https://doi.org/10.1111/j.1600-0714.1988.tb01332.x. Acesso em: 22 out. 2020.

Downloads

Publicado

2021-06-08

Como Citar

SANTOS MOTA, M.; VAZ DE MELO, P. C. .; ANDALÉCIO FERREIRA CAIXETA, D. . AMELOGÊNESE IMPERFEITA HIPOMATURADA: relato de caso clínico. Scientia Generalis, [S. l.], v. 2, n. 1, p. 51–64, 2021. Disponível em: https://scientiageneralis.com.br/index.php/SG/article/view/148. Acesso em: 20 jun. 2021.

Edição

Seção

Relato de Caso e/ou Experiência