CONTRIBUIÇÕES TERAPÊUTICAS DA TERAPIA COGNITIVO COMPORTAMENTAL NOS TRANSTORNOS ALIMENTARES: revisão narrativa

Autores

  • Marcos Vinicios Ramos da Silva Faculdade Doctum Serra

Palavras-chave:

Terapia Cognitivo Comportamental, Bulimia, Anorexia

Resumo

Os transtornos alimentares são síndromes psiquiátricas complexas e ainda relativamente pouco entendidas, mostrando-se cada vez mais importantes em nosso cenário atual. Os objetivos do estudo foram traçar na literatura o que vem sendo feito na abordagem da Terapia Cognitivo Comportamental para o tratamento de pessoas que são acometidas por transtornos alimentares. Foi realizada uma revisão narrativa da literatura utilizando-se os descritores: Terapia Cognitivo Comportamental, Bulimia e Anorexia. As bases eletrônicas pesquisadas foram SCIELO e LILACS, no período de 2008 a 2018. Esta revisão pontuou uma série de estudos conclusivos a respeito da eficácia da Terapia Cognitivo Comportamental a pessoas que sofrem de transtornos alimentares. Observou-se que a Terapia Cognitivo Comportamental é uma das abordagens mais eficazes no tratamento de pessoas acometidas por transtornos alimentares, isso porque ela atua diretamente nas crenças disfuncionais das pacientes que tem uma visão distorcida do corpo.

Referências

ABREU, C, N.; CANGELLI F, R. Anorexia nervosa e bulimia nervosa: abordagem cognitiva-construtivista de psicoterapia. Rev. psiquiatr. clín. São Paulo, v. 31, n. 4, p. 177-183, 2004

ALVARENGA M, S.; SCAGLIUSI, F, B.; PHILIPPI, S, T. Mudando atitudes, crenças e sentimentos em relação à comida em pacientes bulímicos. 1º ed. São Paulo. Nutr. 2008. 122 p.

BACALTCHUK, J.; HAY, P. Tratamento da bulimia nervosa: síntese das evidências. Revista Brasileira de Psiquiatria. São Paulo, v. 21, n. 3, p. 184-187, 1999.

BECK, JUDITH S. Terapia Cognitivo-Comportamental:Teoria e Prática. Porto Alegre: Artmed, 2013. 200 p.

COSTA, M. B.; MELNIK, T. Eficácia das intervenções psicossociais em transtornos alimentares: uma visão geral das revisões sistemáticas Cochrane. Einstein. v. 14, n. 2, p. 235-277, June 2016

COSTA, R, T. et al. A eficácia da terapia cognitivo-comportamental para o tratamento do transtorno bipolar: um estudo controlado e randomizado. Revista Brasileira de Psi-quiatria. São Paulo. v. 33, n. 2, p. 144-149, 2011

DOBSON, K, S.; SCHERRER, M, C. História e futuro das terapias cognitivocomportamentais. In P. Knapp (Ed.) Terapia cognitivo-comportamental na prática psiquiátrica (p.p. 42-57). Porto Alegre, 2004.

DUCHESNE, M. et al. Evidências sobre a terapia cognitivo-comportamental no tratamento de obesos com transtorno da compulsão alimentar periódica. Rev. psiquiatr. Rio Gd. Sul, Porto Alegre , v. 29, n. 1, p. 80-92, 2007

DUCHESNE, M. et al. Uso de terapia cognitivo-comportamental em grupo, manual, em uma amostra brasileira de obesos com transtorno da compulsão alimentar periódica. Rev. Bras. Psiquiatr. São Paulo , v. 29, n. 1, p. 23-25, 2007 .

DUCHESNE, M.; ALMEIDA, P, E, M. Terapia cognitiva-comportamental dos transtornos alimentares. Rev. Bras. Psiquiatr. São Paulo , v. 24, supl. 3, p. 49-53, 2002

GONZALEZ, P, A. et al. Psicoeducação e terapia cognitivo-comportamental em transtorno bipolar: uma atualização. Acta Psychiatrica Scandinavica, São Paulo. V. 109, n. 2, 83-90. 2004

KONG, S. Programa de tratamento diurno para pacientes com transtornos alimentares: estudo controlado randomizado. Revista de Enfermagem Avançada. São Paulo, v. 51. N. 1. 81-90 p. 2005.

LUCENA-SANTOS, Paola; BRASIL ARAUJO, Renata. Tratamento Cognitivo-Comportamental sinérgico de dependência química, bulimia nervosa e transtorno bipolar. Psicologia Argumento, [S.l.], v. 33, n. 83, nov. 2017.

MIKLOWITZ, D. J. et al. Um estudo randomizado de psicoeducação e farmacoterapia focados na família no tratamento ambulatorial do transtorno bipolar. Arquivos de psiquiatria geral. São Paulo, v. 48., n.1., 25-30 p. 2003

OLIVEIRA, L. L.; DEIRO, C. P. Terapia cognitivo comportamental para transtornos alimentares: a visão de psicoterapeutas sobre o tratamento. Rev. Bras. de Ter. Comp. Cogn. Rio Grande do Sul, Vol. XIV, nº 1, 36-49, 2013.

PALACIOS, E.; Xi, A. Evolução das Teorias Cognitivas e Terapia Comportamental para Anorexia Nervosa. Ter Psicol. Santiago, v. 12., n. 4, 77-88 p. 2007.

POMERANTZ, J, M. Transtornos alimentares: quando é medicação usar apropriado? Tendências de Benefício de Medicamentos. Drug Benefit Trends, São Paulo, v. 17., n. 8, 364-365. 2005.

RANGE, B. Bases filosóficas, históricas e teóricas da psicoterapia comportamental e cognitiva. Em B. Rangé (Org.) Psicoterapia comportamental e cognitiva de transtornos psiquiátricos (p. 13-25). Campinas, 1998.

ROMARO, R. A.; ITOKAZU, F. M. Bulimia nervosa: revisão da literatura. Psicol Reflexo. Crit. Porto Alegre, v. 15, n. 2, p. 407-412, 2002

ROTHER, Ed, T.Revisão sistemática X revisão narrativa. Acta paul. enferm. São Paulo, v. 02., n. 01. 45-55 p. 2007.

ROBINS, R. W.; GOSLING, S. D.; CRAIK C, K. H. Uma análise empírica das tendências em psicologia. Psicólogo americano (APA). American Psychologist, v. 54, 117-128 p. 1999.

SCORSOLINI, C, F..; SANTOS, M, A. Psicoterapia como estratégia de tratamento dos transtornos alimentares: análise crítica do conhecimento produzido. Estud. Psicol Campinas, Campinas , v. 29, supl. 1, p. 851-863, 2012.

SERRA, A. M. Teoria e terapia cognitiva. O tratamento da dependência química e as terapias cognitivo-comportamentais. In Zanelatto, N. A. & Laranjeira, R. (Orgs.). Artmed.Porto Alegre, 2013.

SILVA, T, A. et al . As terapias cognitivo-comportamentais no tratamento da bulimia nervosa: uma revisão. J. bras. Psiquiatr. Rio de Janeiro, v. 64, n. 2, p. 160-168, 2015

SOUZA, L. V. Construindo cuidado: a relação com os profissionais da saúde nas práticas discursivas de pessoas diagnosticadas com transtornos alimentares. Tese de doutorado não-publicada, Programa de Pós-Graduação em Psicologia, Universidade São Paulo.Ribeirão Preto, 2011.

TAVARES, V, C.; NETO, T, F. Nutrição Clínica: transtornos alimentares. 1º Ed. Tot. Rio de Janeiro, 2003.

Downloads

Publicado

2021-04-22

Como Citar

SILVA , M. V. R. da . CONTRIBUIÇÕES TERAPÊUTICAS DA TERAPIA COGNITIVO COMPORTAMENTAL NOS TRANSTORNOS ALIMENTARES: revisão narrativa. Scientia Generalis, [S. l.], v. 2, n. 1, p. 17–22, 2021. Disponível em: https://scientiageneralis.com.br/index.php/SG/article/view/142. Acesso em: 24 jul. 2021.

Edição

Seção

Revisão de literatura