Posicionamento de uma amostra populacional acerca da bioética do uso de células tronco

Autores

  • Gabrielle Aparecida Bornia Faculdade Patos de Minas - FPM
  • Nayara Oliveira Vaz Faculdade Patos de Minas - FPM
  • Hugo C. S. Melo Faculdade Patos de Minas https://orcid.org/0000-0003-3227-6346

DOI:

https://doi.org/10.22289/sg.V4N2A31

Palavras-chave:

Bioética, Células Tronco, Demografia

Resumo

A pesquisa em células-tronco tem despertado um grande interesse na comunidade científica e na sociedade em geral, devido ao seu potencial para o tratamento de diversas doenças. No entanto, o debate em torno da bioética do uso de células-tronco permanece controverso. Este estudo tem como objetivo investigar o posicionamento de uma amostra populacional em relação à bioética do uso de células-tronco, a fim de compreender o nível de conhecimento e aceitação da população sobre esse assunto. O objetivo deste estudo foi avaliar o conhecimento e a aceitação da população em relação à bioética do uso de células-tronco. Foi conduzido um estudo quantitativo e descritivo por meio de um questionário online aplicado a indivíduos com idade superior a 18 anos. O questionário abordou questões relacionadas ao conhecimento sobre células-tronco, opiniões sobre pesquisas com células-tronco embrionárias e não embrionárias, e características demográficas dos participantes. Os resultados mostraram que o nível de conhecimento sobre células-tronco variou significativamente de acordo com o nível de escolaridade, sendo que indivíduos com maior nível de educação tinham maior conhecimento sobre o assunto. Além disso, observou-se que a maioria dos participantes era a favor de pesquisas com células-tronco, especialmente aquelas não embrionárias. Este estudo evidenciou a importância de promover a educação e conscientização sobre as células-tronco e sua bioética, a fim de melhorar o conhecimento da população e permitir uma participação mais informada nos debates relacionados à pesquisa e aplicação clínica das células-tronco. Além disso, os resultados destacaram a necessidade de considerar diferentes perspectivas e opiniões ao tomar decisões relacionadas ao uso de células-tronco, levando em conta os aspectos éticos, sociais e legais envolvidos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

SILVESTRE, H. S. Contexto HIstórico e Evolução da Bioética na Perspectiva de Aplicação das Medidas de Segurança. Disponível em: https://www.portaldeperiodicos.idp.edu.br/cadernovirtual/article/download/1186/707/3548. Acesso em 16 de maio de 2023.

BARCHIFONTAINE, C. DE P. DE; TRINDADE, M. A. Bioética, saúde e realidade brasileira. Revista Bioética, [s.l.], v. 27, p. 439–445, 26 set. 2019. Disponível em:https://www.scielo.br/j/bioet/a/ZvSBP75G4dywpTNjXbRzyRf/?lang=pt. Acesso em 05 de março de 2023

Pessini, L., & Barchifontaine, C. (1994). Problemas atuais de bioética. São Paulo: Loyola.

CORDERO DA S., J. et al. ATUALIZAÇÃO/ REVISÃO A IMPORTÂNCIA DA AUTONOMIA COMO PRINCÍPIO BIOÉTICO THE IMPORTANCE OF AUTONOMY AS A BIOETHICAL PRINCIPLE. [s.l: s.n.]. Disponível em: http://files.bvs.br/upload/S/0101-5907/2012/v26n2/a3211.pdf. Acesso em 05 de março de 2023

CADERNOS CREME. SP. Ética em ginecologia e obstetrícia. 4ª ed. Organização de Krikor Boyaciyan. São Paulo: Conselho Regional de Medicina do Estado de São Paulo, 2011. Acessado em https://sogirgs.org.br/area-do-associado/etica-emginecologia-e-obstetricia.pdf. Princípios Bioéticos Disponível em: http://www.bioetica.org.br/?siteAcao=Manuais&exibe=conteudo&id=53. Acesso em 05 de março de 2023

Comitê de Ética em Pesquisa (CEP/HFA). Disponível em: https://www.gov.br/defesa/pt-br/assuntos/hfa/ensino-e-pesquisa/comite-de-etica-em-pesquisa-cep-hfa-1#:~:text=Um%20CEP%20%C3%A9%20um%20colegiado. Acesso em 16 de maio de 2023.

LUNA, N. Stem cells: basic research on health, from ethics to panacea. Interface - Comunic., Saúde, Interface - Comunic., Saúde. Interface - Comunic., Saúde, Interface - Comunic, [s.l.], n. 11, p. 587–604, [s.d.]. Acesso em 21 de março de 2023

BRUM, A. H., et al. "ADI 3510: A ÉTICA E A BIOÉTICA NO ALCANCE DA PESQUISA COM CÉLULAS TRONCO EMBRIONÁRIAS." OS DESAFIOS DA ÉTICA MÉDICA E DA BIOÉTICA NA MEDICINA: 36. Disponível em https://www.uricer.edu.br/site/publicacoes/165.pdf#page=36. Acesso em 02 de abril de 2023.

NARAHASHI, L. Terapias com células-tronco humanas: avaliação dos aspectos regulatórios. 2014. 101 f. Dissertação (Mestrado em Vigilância Sanitária) – Instituto Nacional de Controle de Qualidade em Saúde, Fundação Oswaldo Cruz, Rio de Janeiro, 2014. Disponível em: https://www.arca.fiocruz.br/handle/icict/8113. Acesso em 21 de março de 2023.

MARQUES, M. B.. O que é célula-tronco. Brasiliense, [s.l.], 2 ed. 2017. Acesso em 02 de abril de 2023

GALLIAN, D. M. C.. Por detrás do último ato da ciência-espetáculo: as células-tronco embrionárias. Estudos Avançados, [s.l.], v. 19, n. 55, p. 251-260, dez. 2005. Disponível em: https://doi.org/10.1590/s0103-40142005000300018. Acesso em 21 de março de 2023.

ALMAEEN, A.; WANI, F. A.; THIRUNAVUKKARASU, A. Knowledge and attitudes towards stem cells and the significance of their medical application among healthcare sciences students of Jouf University. PeerJ, [s.l.], v. 9, p. e10661, 19 jan. 2021. Acesso em 10 de outubro de 2023

INSTITUTO BRASILEIRO DE OPINIÃO PÚBLICA E ESTATÍSTICA. Pesquisa IBOPE sobre células-tronco embrionárias. São Paulo: IBOPE, 2008. Acesso em 10 de outubro de 2023

Downloads

Publicado

31-10-2023

Como Citar

BORNIA, Gabrielle Aparecida; VAZ, Nayara Oliveira; MELO, Hugo C. S. Posicionamento de uma amostra populacional acerca da bioética do uso de células tronco. Scientia Generalis, [S. l.], v. 4, n. 2, p. 366–376, 2023. DOI: 10.22289/sg.V4N2A31. Disponível em: http://scientiageneralis.com.br/index.php/SG/article/view/524. Acesso em: 4 mar. 2024.

Edição

Seção

Artigos Originais

PURL