PULPOTOMIA COMO TRATAMENTO CONSERVADOR NA ODONTOPEDIATRIA: uma revisão de literatura

Autores

  • Bruna Paula Pereira dos Santos Faculdade Patos de Minas - FPM https://orcid.org/0000-0003-4446-9073
  • Roberto Wagner Lopes Góes Faculdade Patos de Minas - FPM

DOI:

https://doi.org/10.22289/sg.V4N2A10

Palavras-chave:

pulpotomia, tratamento conservador, odontopediatria

Resumo

A odontopediatria é a área responsável pelo cuidado e tratamento da saúde bucal de crianças e adolescentes. A pulpotomia surge como uma importante técnica conservadora utilizada no tratamento de decíduos afetados por lesões pulpares. Os decíduos possuem uma função crucial no desenvolvimento facial, além de servirem como guias para a irrupção dos permanentes e manutenção do espaço para a correta oclusão. É fundamental que sejam preservados quando possível, evitando a necessidade de extração ou procedimentos mais invasivos. A pulpotomia é indicada quando há uma inflamação na polpa coronária, causada por cárie ou trauma, mas ainda com a preservação da vitalidade da polpa radicular. O procedimento envolve a remoção parcial da polpa afetada, a aplicação de medicação na cavidade e posterior restauração, com o objetivo de manter a vitalidade pulpar, aliviar dor e prevenir complicações futuras. Esta pesquisa tem como objetivo analisar a pulpotomia como uma opção de tratamento eficiente na odontopediatria. Para a realização do estudo, parte-se da metodologia da revisão de literatura narrativa. Os resultados obtidos ao analisar a pulpotomia na odontopediatria demonstraram sua eficiência na preservação da vitalidade pulpar, função e estética dos decíduos afetados, sendo que a técnica proporciona um tratamento menos traumático para crianças. A escolha dos materiais obturadores utilizados na pulpotomia é um aspecto crucial para o sucesso do tratamento. Diversos materiais, como formocresol, hidróxido de cálcio e biodentine, têm sido estudados e aplicados na prática clínica. A seleção do material apropriado deve levar em conta características como biocompatibilidade, não irritabilidade do elemento, fácil manipulação, selamento hermético e resistência mecânica. Dessa forma, quando realizada corretamente e com a utilização de materiais obturadores adequados, oferece um tratamento eficaz e seguro, respeitando os princípios de preservação da integridade dentária e promoção da saúde oral a longo prazo.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

AÏEM, E. et al. Caries removal strategies for deep carious lesions in primary teeth: Systematic review. International Journal of Paediatric Dentistry, [S.l.], v. 30, n. 4, p. 392-404, 2020. Disponível em: https://onlinelibrary.wiley.com/doi/abs/10.1111/ipd.12616. Acesso em: 04 mar. 2023.

BANIHANI, A. et al. The impact of dental caries and its treatment by conventional or biological approaches on the oral health?related quality of life of children and carers. International Journal of Paediatric Dentistry, [S.l.], v. 28, n. 2, p. 266-276, 2018. Disponível em: https://pubmed.ncbi.nlm.nih.gov/29288546/. Acesso em: 04 mar. 2023.

CAVALCANTE, M. B.; FRANCO, R. S.; COSTA, S. K.; MEIRA, G. F. A influência dos pais ou responsáveis na saúde bucal de crianças de 0 a 12 anos. Research, Society And Development, [S.l.], v. 11, n. 16, p. 1-7, 3 dez. 2022. Research, Society and Development. http://dx.doi.org/10.33448/rsd-v11i16.38207. Disponível em: https://www.researchgate.net/publication/366049600_A_influencia_dos_pais_ou_responsaveis_na_saude_bucal_de_criancas_de_0_a_12_anos. Acesso em: 27 ago. 2023.

CORDEIRO, A. M. et al. Revisão sistemática: uma revisão narrativa. Revista do Colégio Brasileiro de Cirurgiões, [S.l.], v. 34, n. 6, p. 428-431, 2007. Disponível em: https://www.scielo.br/j/rcbc/a/CC6NRNtP3dKLgLPwcgmV6Gf/?lang=pt. Acesso em: 10 nov. 2022.

DUARTE JÚNIOR, A. E. et al. Propriedades dos materiais utilizados no tratamento endodôntico em dentes decíduos: revisão de literatura. Políticas e Saúde Coletiva, [S.l.], v. 2, n. 4, p. 62-68, 2017. Disponível em: https://www.researchgate.net/publication/329536690_Propriedades_dos_materiais_utilizados_no_tratamento_endodontico_em_dentes_deciduos_revisao_de_literatura_Properties_of_materials_used_in_endodontic_treatment_in_primary_teeth_Literature_review. Acesso em: 05 mar. 2023.

FRANCISCHONE, C. E. Avaliação clínica e radiográfica feita a curto e longo prazo de uma técnica da pulpotomia em função da idade do paciente, do grupo de dentes e da propedêutica pré-operatória. 1978. 212f. Tese (Doutorado em Reabilitação Oral – Universidade de São Paulo, Bauru, SP, 1978.

GARBIN, C. A. S; SOARES, G. B; MARTIN, I. M; GARBIN, A. J. Í; ARCIERI, R. M. Saúde bucal na escola: avaliação do conhecimento dos pais e da condição de saúde bucal das crianças. Faculdade de Odontologia da Upf, Araçatuba, v. 21, n. 1, p. 1-9, 10 jun. 2016. Disponível em: http://revodonto.bvsalud.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-40122016000100013. Acesso em: 27 jun. 2023.

HINCAPIÉ, S. et al. Teaching and practical guidelines in pulp therapy in primary teeth in Colombia–South America. International Journal of Paediatric Dentistry, [S.l.], v. 25, n. 2, p. 87-92, 2015. Disponível em: https://pubmed.ncbi.nlm.nih.gov/24650083/. Acesso em: 05 mar. 2023.

JESUS, J. K. A. et al. Dificuldades odontológicas no tratamento endodôntico de dentes decíduos: revisão de literatura. Brazilian Journal of Health Review, [S.l.], v. 5, n. 1, p. 2439-2453, 2022. Disponível em: https://ojs.brazilianjournals.com.br/ojs/index.php/BJHR/article/view/43774. Acesso em: 05 mar. 2023.

LIMA, J. E. de. O. Cárie dentária: um novo conceito. Dental Press Ortodon Ortop Facial, [S.l.], v. 12, n. 6, p. 1-12, 2007. Disponível em: https://www.scielo.br/j/dpress/a/4G4SMnBnHzyvvbFNqVK9DWL/?format=pdf&lang=pt. Acesso em: 04 nov. 2022.

LINDOSO, T. K. N. et al. A empregabilidade da pasta CTZ no tratamento endodôntico da dentição decídua: uma revisão bibliográfica. [S.l.], Research, Society and Development, v. 10, n. 17, p. e226101724696-e226101724696, 2021. Acesso em: 21 mar. 2023.

MUNHAES, A. B; SOUZA, J. A. S. PERDA DENTAL PRECOCE EM ODONTOPEDIATRIA: etiologia, possíveis consequências e opções terapêuticas. Revista Ibero- Americana de Humanidades, Ciências e Educação- Rease, São Paulo, v. 8, n. 05, p. 01-15, maio 2022. Disponível em: https://periodicorease.pro.br/rease/article/view/5622. Acesso em: 27 ago.2023

MOYSÉS, F. V. et al. Bioactive and biocompatible cement as a single element in pulpotomy of deciduous teeth: a randomized clinical trial. RGO-Revista Gaúcha de Odontologia, v. 68, p. 1-8, 2020. Disponível em: https://www.scielo.br/j/rgo/a/FhjbT39XCGyhBP9M3cy4P8P/?lang=en. Acesso em: 21 mar. 2023.

NÓBREGA, M. L.; BARBOSA, C. C. N.; BRUM, S. C. Implicações da perda precoce em odontopediatria. Revista Pró-Universus., [S. l], v. 67, n. 61, p. 01-07, 09 jun. 2018. Disponível em: http://editora.universidadedevassouras.edu.br/index.php/RPU/article/view/1306/955. Acesso em: 18 ago. 2023.

PASCON, F. M.et al. Oral rehabilitation in a child with early childhood caries: a case report. RGO-Revista Gaúcha de Odontologia, [S.l.], v. 69, 2021. Disponível em: https://www.scielo.br/j/rgo/a/YhpXPvg9NB6D3NWZ5TYP6QK/. Acesso em: 07 abr. 2023.

PINHEIRO, H. H. C. et al. Terapia endodôntica em dentes decíduos por odontopediatras. Pesquisa Brasileira em Odontopediatria e Clínica Integrada, [S.l.], v. 13, n. 4, p. 351-360, 2013. Disponível em: https://www.redalyc.org/pdf/637/63731452008.pdf. Acesso em: 07 abr. 2023.

RINALDI, J. P. C.; CARVALHO, M. E. A pulpotomia como intervenção para exposição pulpar na Odontopediatria: revisão de literatura. Revista Interciência, [S.l.], v. 1, n. 9, p. 1-8, 2022. Disponível em: https://www.fafica.br/revista/index.php/interciencia/article/view/293. Acesso em: 01 nov. 2022.

ROYER, D. et al. Pulpotomia na rede pública em municípios da região norte do Rio Grande do Sul. Journal of Oral Investigations, [S.l.], v. 7, n. 2, p. 46-57, 2018. Disponível em: https://seer.atitus.edu.br/index.php/JOI/article/view/2789/html. Acesso em: 07 abr. 2023.

RUTKAUSKAS, J. et al. Preparedness of entering pediatric dentistry residents: advanced pediatric program directors’ and first?year residents’ perspectives. Journal of Dental Education, [S.l.], v. 79, n. 11, p. 1265-1271, 2015. Disponível em: https://pubmed.ncbi.nlm.nih.gov/26522630/. Acesso em: 09 abr. 2023.

SANTOS, J. V. do N. et al. Perspectivas do tratamento endodôntico de dentes decíduos com o uso da pasta antibiótica CTZ: uma revisão integrativa. Research, Society and Development, [S.l.], v. 11, n. 12, p. e534111234575-e534111234575, 2022. Disponível em: https://www.researchgate.net/publication/363842425_Perspectivas_do_tratamento_endodontico_de_dentes_deciduos_com_o_uso_da_pasta_antibiotica_CTZ_uma_revisao_integrativa. Acesso em: 09 abr. 2023.

SANTOS, P. S. dos. et al. Materials used for indirect pulp treatment in primary teeth: a mixed treatment comparisons meta-analysis. Brazilian oral research, [S.l.], v. 31, 2017. Disponível em: https://www.scielo.br/j/bor/a/f9tCpPdLDBZH8XyKzzVyPsj/?lang=en. Acesso em: 09 abr. 2023.

SHIRAZI, A.S.; MEHRABKHANI, M.; SABBAGH, S. Clinical and radiographic outcomes of laser pulpotomy in vital primary teeth: a systematic review and metaanalysis. European Archives of Paediatric Dentistry, [S.l.], v. 19, p. 205-220, 2018. Disponível em: https://pubmed.ncbi.nlm.nih.gov/30019125/. Acesso em: 09 abr. 2023.

SOLOMON, R. V et al. Coronal pulpotomy technique analysis as an alternative to pulpectomy for preserving the tooth vitality, in the context of tissue regeneration: a correlated clinical study across 4 adult permanent molars. Case Reports in Dentistry, [S.l.], v. 2015, n. 1, 2015. Disponível em: https://www.hindawi.com/journals/crid/2015/916060/fig30/. Acesso em: 01 nov. 2022.

SOUSA, H. C. S. et al. Prevalence of enamel defects in premolars whose predecessors were treated with extractions or antibiotic paste. Oral Health Prev Dent, [S.l.], v. 18, n. 1, p. 793-8, 2020. Disponível em: https://pubmed.ncbi.nlm.nih.gov/32895663/. Acesso em: 14 abr. 2023.

SOUSA, L. R. et al. Pulpotomia e sua importância social. Revista Odontológica do Brasil Central, v. 12, n. 33, 2003. Disponível em: https://www.robrac.org.br/seer/index.php/ROBRAC/article/view/168. Acesso em: 01 nov. 2022.

SOUZA, K. K. O. de.; SILVA, Y. A. da.; MENDONÇA, I. C. G. de. Tratamento conservador da polpa: revisão de literatura Conservative pulp treatment: literature review. Brazilian Journal of Health Review, [S.l.], v. 5, n. 3, p. 11912-11919, 2022. Disponível em: https://ojs.brazilianjournals.com.br/ojs/index.php/BJHR/article/view/49778. Acesso em: 14 abr. 2023.

STRINGHINI-JUNIOR, E.; VITCEL, M.E.B.; OLIVEIRA, L.B. Evidence of pulpotomy in primary teeth comparing MTA, calcium hydroxide, ferric sulfate, and electrosurgery with formocresol. European Archives of Pediatric Dentistry, [S.l.], v. 16, p. 303-315, 2015. Disponível em: https://pubmed.ncbi.nlm.nih.gov/25833280/. Acesso em: 14 abr. 2023.

TOLINE, C; BRESOLIN, C. R; SHITSUKA, C. Tratamento endodôntico mecanizado em dentição decídua. Research, Society And Development, [S.L.], v. 10, n. 13, p. 1-8, 17 out. 2021. Research, Society and Development. http://dx.doi.org/10.33448/rsd-v10i13.21345. Acesso em: 14 abr. 2023.

VERAS, P. M. O. et al. Tratamento conservador da polpa em dentes permanentes vitais com rizogênese incompleta–uma revisão de literatura. Research, Society and Development, [S.l.], v. 12, n. 3, p. e11212340519-e11212340519, 2023. Disponível em: Acesso em: 22 abr. 2023.

WHITE, L. M. et al. Insurance claim data trends in pulpal therapy for pediatric patients. The Journal of the American Dental Association, [S.l.], v. 153, n. 12, p. 1171-1178, 2022. Disponível em: https://pubmed.ncbi.nlm.nih.gov/36441087/. Acesso em: 22 abr. 2023.

ZIN, L. E. F.; PONTES, B.R. C.; CENTENARO, W. L.A. Estado da arte das pastas obturadoras em dentes decíduos. Revista Voos Polidisciplinar, [S.l.], v. 10, n. 3, p.28-53, 2021. Disponível em: http://www.revistavoos.com.br/seer/index.php/voos/article/viewArticle/382. Acesso em: 22 abr. 2023.

Downloads

Publicado

04-10-2023

Como Citar

SANTOS, Bruna Paula Pereira dos; GÓES , Roberto Wagner Lopes. PULPOTOMIA COMO TRATAMENTO CONSERVADOR NA ODONTOPEDIATRIA: uma revisão de literatura. Scientia Generalis, [S. l.], v. 4, n. 2, p. 128–137, 2023. DOI: 10.22289/sg.V4N2A10. Disponível em: http://scientiageneralis.com.br/index.php/SG/article/view/500. Acesso em: 24 jul. 2024.

Edição

Seção

Revisão de literatura

PURL