HÉRNIA UMBILICAL EM PEDIATRIA: uma revisão integrativa

Autores

  • Debora Gomes Junqueira Vilela Vilela Instituto Tocantinense Presidente Antônio Carlos
  • Andressa Morgenstern Santos Instituto Tocantinense Presidente Antônio Carlos
  • Gabriel Henrique Rower Instituto Tocantinense Presidente Antônio Carlos
  • Marilia Bassani Mendes Instituto Tocantinense Presidente Antônio Carlos
  • Thais Cristine Souza Silva Instituto Tocantinense Presidente Antônio Carlos
  • Wesllen Moura Pires Instituto Tocantinense Presidente Antônio Carlos

Palavras-chave:

Criança, Hérnia, Umbilical

Resumo

A hérnia umbilical é uma patologia que ocorre quando um órgão ou um tecido intracavitário se eventra em uma falha da parede do abdome. É uma condição comum aos recém-nascidos pequenos defeitos umbilicais, que se resolvem nas primeiras semanas de nascimento. Contudo, existem casos em que o defeito permanece e precisa de reparo cirúrgico ou acompanhamento. Trata-se de uma revisão sistemática de literatura, em que foi realizado um levantamento de 177 artigos, dos quais utilizou-se 12 artigos. Os critérios de inclusão foram artigos que tratassem sobre hérnia umbilical na criança, na língua inglesa, espanhola e portuguesa. Ao início da pesquisa, foram selecionados 177 artigos que se enquadravam nas palavras chave, dos quais excluiu-se 165 (93,2%), que não abordavam sobre hérnias umbilicais na criança. Relata-se nesse trabalho a anatomia da parede abdominal, a definição de hérnia, quais os tipos de hérnias, os fatores de risco para o surgimento da patologia, e como se realiza o diagnóstico da hérnia umbilical em crianças. Ademais, expõem-se nesse artigo acerca do tratamento cirúrgico da hérnia umbilical em crianças, e os critérios utilizados para escolha do tratamento cirúrgico ou conservador. A compreensão acerca das etapas e indicações de tratamento cirúrgico da hérnia umbilical infantil, é necessária para tornar o trabalho mais efetivo. É necessário uma comunicação e integração entre a equipe multidisciplinar de forma a analisar as vulnerabilidades e necessidades da criança, e estabelecer o melhor acompanhamento para ela.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

AMORIM, Rebecca Perez. et al. Manual de habilidades profissionais: atenção à saúde do recém-nascido. Belém: Eduepa, 2019. Disponível em: https://paginas.uepa.br/eduepa/wpcontent/uploads/2019/06/MANUAL-DE-NEONATOLOGIA.pdf . Acesso em: 04/11/2021.

CHIRDAN, L. B.; UBA, A. F.; KIDMAS, A. T. Incarcerated umbilical hernia in children. European journal of pediatric surgery, v. 16, n. 01, p. 45-48, 2006. Disponível em: https://www.thieme-connect.com/products/ejournals/abstract/10.1055/s-2006-923792 . Acesso em: 03/11/21.

CURRENT cirurgia: diagnóstico e tratamento. 14. ed. Porto Alegre: AMGH, 2017.

HANKIN, Mark H.; MORSE, Dennis E.; BENNETT-CLARKE, Carol A. Anatomia clínica: uma abordagem por estudos de casos. AMGH Editora, 2015.

HILLS-DUNLAP, J. L. et al. Variation in surgical management of asymptomatic umbilical hernia at freestanding children's hospitals. Journal of pediatric surgery, v. 55, n. 7, p. 1324-1329, 2020. Disponível em: https://www.sciencedirect.com/science/article/abs/pii/S0022346819304026 . Acesso em: 12/11/2021.

KELLY, K. B.; PONSKY, T. A. Pediatric abdominal wall defects. Surgical Clinics, v. 93, n. 5, p. 1255-1267, 2013. Disponível em: https://www.surgical.theclinics.com/article/S0039-6109(13)00087-X/fulltext . Acesso em: 03/11/2021.

MACEDO, M. et al. Umbilicoplastia em hérnia umbilical gigante: uma nova técnica. Disponível em: http://www.luzimarteixeira.com.br/wp-content/uploads/2015/07/UMBILICOPLASTIA.pdf . Acesso em: 03/11/2021.

MAIA, Thiago Costa. Hérnias de parede abdominal na emergência. Hospital geral de Fortaleza residência médica em cirurgia geral. Fortaleza, 2018. Disponível em: http://extranet.hgf.ce.gov.br/jspui/bitstream/123456789/362/1/2018_TCR_CirurgiaGeral_Maia_THI.pdf . Acesso em: 04/11/2021.

MARINKOVI?, S., BUKARICA, S. [Umbilical hernia in children]. Medicinski Pregled. [s.l.], v. 56, n. 5-6, p.291-294, 2003. Disponível em: https://europepmc.org/article/med/14565056 . Acesso em:03/11/2021.

MÉFAT, L.; BECMEUR, F. Hernia umbilical infantil. EMC-Técnicas Quirúrgicas-Aparato Digestivo, v. 24, n. 1, p. 1-3, 2008. Disponível em: https://www.sciencedirect.com/science/article/abs/pii/S1282912908701466 . Acesso em: 05/11/21.

PALAZZI, D. L; BRANDT, M. L. “Cuidados com o umbigo e o manejo de distúrbios umbilicais”, 2021 Disponível em: https://www.uptodate.com/contents/care-of-the-umbilicus-and-management-of-umbilical-disorders?search=h%C3%A9rnia%20umbilical&source=search_result&selectedTitle=2~53&usage_type=default&display_rank=2 . Acesso em: 05/11/2021.

SABISTON. Tratado de cirurgia: A base biológica da prática cirúrgica moderna. 19.ed. Saunders. Elsevier.

VÁSQUEZ, J. N., et al. Herniorrafia transumbilical: descripción de uma nueva técnica quirúrgica para el manejo de la hernia umbilical. ES Medicina, vol. 22, núm.2, p.7-14, 2008. Disponível em: https://www.redalyc.org/comocitar.oa?id=261120994002 . Acesso em: 04/11/2021.

WATANABE, L. M. Hérnias da parede abdominal. Brasília, 2015. Disponível em: http://www.luzimarteixeira.com.br/wp-content/uploads/2015/07/HERNIA-PAREDE-ABDOMINAL.pdf. Acesso em: 04/11/2021.

ZENS, Tiffany et al. Management of asymptomatic pediatric umbilical hernias: a systematic review. Journal of pediatric surgery, v. 52, n. 11, p. 1723-1731, 2017 .Disponível em: https://www.sciencedirect.com/science/article/abs/pii/S0022346817304311 Acesso em: 03/11/2021.

Downloads

Publicado

2022-02-03

Como Citar

VILELA, D. G. J. V.; MORGENSTERN SANTOS, A. .; HENRIQUE ROWER, G.; BASSANI MENDES, M.; CRISTINE SOUZA SILVA, T.; MOURA PIRES, W. HÉRNIA UMBILICAL EM PEDIATRIA: uma revisão integrativa. Scientia Generalis, [S. l.], v. 3, n. 1, p. 73–81, 2022. Disponível em: http://scientiageneralis.com.br/index.php/SG/article/view/376. Acesso em: 22 maio. 2022.

Edição

Seção

Revisão de literatura

ARK

PURL