CIMENTOS BIOCERÂMICOS: um novo material para terapias endodônticas

Autores

  • Thaís Helena Gonçalves
  • Nara Jane Mendonça
  • Karla Herundyna Mendonça Honorato
  • Victor da Mota Martins
  • Grazielle Aparecida de Sousa

Palavras-chave:

endodontics; dental cements; calcium silicate.

Resumo

Introdução: Os cimentos biocerâmicos são materiais com excelentes propriedades químicas, físicas e biológicas, indicado para diferentes situações clínicas. O Agregado de Trióxido Mineral (MTA), foi o primeiro biocerâmico desenvolvido a base de silicato de cálcio. É um material utilizado em retratamentos endodônticos, reparação radicular, em terapias pulpares, como pulpotomias e capeamentos diretos e em apexificações. Objetivos: Descrever qualitativamente sobre as propriedades, características e indicações dos cimentos biocerâmicos, especialmente de Agregado Trióxido Mineral. Metodologia: Foi proposta uma análise através de uma revisão de literatura, utilizando a base de dados PubMed, no período entre janeiro de 2015 e setembro de 2020, utilizando como critério de busca, descritores da base de dados DECs: Endodontics, Dental Cements, Calcium Silicate. Considerações Finais:  O MTA, o primeiro biocerâmico desenvolvido, possui excelentes propriedades. Dentre elas, está a capacidade de formar tecido duro, através de íons de cálcio que são liberados durante a reação de presa do material, chamada de hidratação. Além disso é biocompatível, apresentando um pH de até 12,5 em um prazo de três horas após a sua manipulação. O uso de MTA vem sendo introduzido em diversas situações clínicas, sendo possível, inclusive, identificar vantagens sobre demais materiais, como hidróxido de cálcio e formocresol. Em alguns casos, como por exemplo, em reparos de perfuração, já é descrito como material de escolha. Entende-se que, os biocerâmicos, especialmente o MTA, apesar das desvantagens como, difícil manipulação e alto custo, apresenta excelentes resultados obtidos em casos clínicos e mostra ser um material promissor para aplicação em diversas terapias endodônticas.

Referências

-

Downloads

Publicado

2021-01-06

Como Citar

GONÇALVES , T. H. .; MENDONÇA , N. J. .; HONORATO , K. H. M. .; MARTINS , V. da M. .; SOUSA , G. A. de . CIMENTOS BIOCERÂMICOS: um novo material para terapias endodônticas. Scientia Generalis, [S. l.], v. 1, n. S1, p. 71–71, 2021. Disponível em: http://scientiageneralis.com.br/index.php/SG/article/view/130. Acesso em: 27 jan. 2021.