CONHECIMENTO DA FAUNA DO MUNICÍPIO DE JOÃO PINHEIRO – MG, ATRAVÉS DE RELATÓRIOS AMBIENTAIS DA SEMAD EM 05 REGIÕES

Autores

  • Carlos Iuri Rodrigues da Silva
  • Wanderson Alves Pereira
  • Daniela Cristina Silva Borges
  • José Onício Rosa da Silva
  • Saulo Gonçalves Pereira

Palavras-chave:

fauna, mamíferos, EIA-RIMA.

Resumo

Introdução: O cerrado possui a mais rica flora e fauna dentre as savanas do mundo, com elevado nível de endemismo, a fauna do cerrado é biodiversificada. No entanto, vem sofrendo inúmeras pressões, provenientes de desmatamentos, queimadas, dentre outros impactos ambientais. Nesse sentido, conhecer o que a literatura científica apresenta sobre o conhecimento da fauna do cerrado é importante para a sua preservação e dos animais que a compõe. A fauna caracteriza-se pelos animais de uma região, entretanto, uma parcela ampla da coletividade não reconhece como um fator de equilíbrio para todos. Objetivos: Objetivou-se elaborar uma revisão bibliográfica sobre animais silvestres do cerrado, bem como sua conservação e buscar nos Estudos de Impacto Ambiental (EIA) realizados na região do município de João Pinheiro com destaque para animais que estão em risco de extinção. Metodologia: A pesquisa foi elaborada, inicialmente, a partir do levantamento em relatórios ambientais (estudos de impacto ambiental – EIA) do site de domínio público da Secretaria Estadual de Meio Ambiente e Sustentabilidade SEMAD. Foram elencados estudos de fauna realizados no município de João Pinheiro dos últimos 10 anos de 05 EIA’s das seguintes regiões: Ribeiros, Fazenda Lavrinha varjão, região da fazenda H3C lagoa Grande, Região da fazenda são Jeronimo – Assentamento Itatiaia e margem do rio da Prata. Os relatórios foram baixados online e de forma gratuita, posteriormente nestes estudos foram realizados os levantamentos dos resultados da fauna dos seguintes grupos: mastofauna, herpetofauna e avifauna. Para tanto foi elaborado um quadro qualitativo demonstrando espécies dos 04 grupos faunísticos de vertebrados onde foi apresentado o status de conservação segundo a IUNC (International Union for Conservation of Nature) e do ICMbio. Considerações: Conclui-se, portanto, que neste estudo foram encontradas 95 espécies no total, sendo 22 de mamíferos distribuídos em 15 famílias; 07 anfíbios distribuídos em 03 famílias; 07 répteis distribuídos em 03 famílias; 59 aves distribuídas em 29 famílias. Destes as 95 espécies, 09 encontram-se listadas como vulneráveis a extinção o Morcego (Lonchophylla dekeyseri), Lobo-guará (Chrysocyon brachyurus), Gato-do-mato (Leopardus tigrinus) , Jaguatirica (Leopardus pardalis), Gato-maracajá (Leopardus wiedii), Ema (Rhea americana), Anta (Tapirus terrestris), Tamanduá-bandeira (Myrmecophaga tridactyla).

Referências

-

Downloads

Publicado

2021-01-06

Como Citar

SILVA , C. I. R. da .; PEREIRA , W. A. .; BORGES , D. C. S. .; SILVA , J. O. R. da .; PEREIRA , S. G. . CONHECIMENTO DA FAUNA DO MUNICÍPIO DE JOÃO PINHEIRO – MG, ATRAVÉS DE RELATÓRIOS AMBIENTAIS DA SEMAD EM 05 REGIÕES . Scientia Generalis, [S. l.], v. 1, n. S1, p. 70–70, 2021. Disponível em: http://scientiageneralis.com.br/index.php/SG/article/view/129. Acesso em: 22 jan. 2021.