TREINO DE DUPLA TAREFA NO TRATAMENTO DE PACIENTES COM DOENÇA DE PARKINSON: REVISÃO DE LITERATURA

Autores

  • Laíse Silvana do Vale
  • Gabriela Fonseca Alves
  • Mariane Fernandes Ribeiro

Palavras-chave:

Parkinson; Dupla tarefa; Fisioterapia.

Resumo

Introdução: A doença de Parkinson (DP) é uma doença neurodegenerativa que acomete os núcleos da base, ocorrendo degeneração dos neurônios, levando a diminuição da produção de dopamina. Com essa diminuição ocasiona-se alterações como tremor de repouso, rigidez, bradicinesia, alterações posturais, distúrbios do equilíbrio, marcha e alterações cognitivas. Nestes casos a fisioterapia maximiza as habilidades funcionais, proporcionado uma melhora no estado físico e na qualidade de vida (QV) dos pacientes, minimizando complicações secundárias. Uma das estratégias utilizadas para pacientes com DP são atividades de dupla tarefa, quando se realiza duas tarefas motoras ou uma tarefa motora e uma cognitiva simultaneamente. Objetivos: Descrever sobre os efeitos do treinamento de dupla tarefa no tratamento de pacientes com DP para a melhora dos aspectos motores, funcionais e qualidade de vida. Metodologia: Esta pesquisa trata-se de uma revisão bibliográfica, descritiva e qualitativa, por meio da busca de artigos científicos sobre o tema, em que as buscas foram realizadas nas bases de dados da SCIELO, BIREME e PEDro no período de setembro de 2019 a setembro de 2020. Como critério de busca utilizou-se os descritores: Parkinson, “dupla tarefa”, fisioterapia, e seus respectivos descritores em inglês. Foram incluídos nesta revisão artigos publicados entre 2012 a 2020, que abordassem os benefícios da dupla tarefa na marcha, equilíbrio e coordenação motora de pacientes com doença de Parkinson. Considerações Finais: Com base nos estudos analisados, foi relatado que o treinamento cognitivo e de marcha com dupla tarefa melhorou a velocidade, o comprimento da passada e o tempo de apoio duplo em caminhada de dupla tarefa e caminhada simples em paciente com DP, com redução na variabilidade da marcha durante a caminhada de dupla tarefa. Portanto, demonstrou-se que o treino de dupla tarefa melhora o desempenho da marcha, do equilíbrio e coordenação motora desses pacientes, bem como melhora na QV.

Referências

-

Downloads

Publicado

2021-01-06

Como Citar

VALE , L. S. do .; ALVES , G. F. .; RIBEIRO , M. F. . TREINO DE DUPLA TAREFA NO TRATAMENTO DE PACIENTES COM DOENÇA DE PARKINSON: REVISÃO DE LITERATURA. Scientia Generalis, [S. l.], v. 1, n. S1, p. 64–64, 2021. Disponível em: http://scientiageneralis.com.br/index.php/SG/article/view/123. Acesso em: 22 jan. 2021.